quinta-feira, 31 de julho de 2008

Cosmovisão Teista - Judaica - Cristã.(Me desculpem pelos parágrafos não estarem com distância; é o blog que não está permitindo).

O que é Cosmovisão?
Segundo o dicionário de Apologética e Filosofia da religião, cosmovisão é:
Conjunto detalhado de crenças combinadas de forma consistente ou coerente. Uma cosmovisão completa inclui respostas as seguintes perguntas e as mais outras ainda: Que tipo de realidade existe, e qual é a realidade última? Que explicação se pode dar acerca da realidade? O que é conhecimento, e como obte-? O que é uma vida boa para o ser humano e como conquista essa vida? O que é beleza e como se relaciona com a realidade e a bondade?
Através das leituras que efetuei, entendi que cosmovisão é um conjunto de suposições que se crê consciente ou inconscientemente, no qual ensina a origem da vida. A palavra COSMO, significa, "Universo" ou "Mundo"; a palavra VISÃO, significa, "Ver" ou "Enxergar". No linguajar latim, grego, sânscrito, inglês, português e em algumas outras linguas, o verbo "ver" é "conhecer". Ao desfragmentar esta palavra chegamos à conclusão que, cosmovisão é a forma que se conhece, vê, enxerga e entende o que passa no universo e sua origem.
Também pode ser entendida a forma que mostra não só o que está diante de nós, mas explica o que se passa atrás do que vemos.
Concluindo, a cosmovisão é um par de óculos que se encontra na mente dos individuos; que através de suas crenças, enxergam a forma que o mundo existe e veio a existir; o que se passa atrás dele e o que se dá para o entender. Mas, este óculos precisa ser bem ajustado.
A Importância da Cosmovisão.
A cosmovisão é muito relevante e importante. Nos ensina como viver e por que viver. Através do seu ensino, será a forma que a sociedade viverá e enfrentará a vida. Vejamos o exemplo sobre dois povos distintos, que tinham formas diferentes de verem a terra da palestina:
Durante uma excursão em Israel, Darrow Miller observou um outeiro coberto por uma floresta no meio do que, senão esta floresta seria um deserto. Enquanto olhava, percebeu que as árvores eram todas do mesmo tamanho, o que diferia de qualquer outra floresta que ele viu ou explorou. Então viu que as árvores não estavam espalhadas, mas enfileiradas em ordem. Ele perguntou ao professor sobre a floresta. E o professor o disse que havia dois tipos de visão para a terra. Os israelitas, que adoravam Javé, acreditaram em Deus quando Ele disse que era uma terra da qual flui leite e mel. Os palestinos criam que Alá amaldiçoou a terra. Além do lago tiberíades, na Galiléia, Darrow enxergo de novo a visão Israelita funcionando: lindos campos ao longo da costa, um trator preparando as rochas vulcânicas e cardos para caminhões de entulho, preparando novos campos para o plantio.
Vemos que são dois povos com duas visões diferentes para a mesma terra. Mesma terra, diferente visões, diferentes aplicabilidades, conseqüentemente são diferentes resultados. Os Israelitas viram as coisas não apenas como eram, mas também como deveriam ser, e fez que a terra produzisse; e os palestinos abandonaram, deixando-a vazia e feia.
A cosmovisão visão faz a diferença no meio da nação e da sociedade em que é aplicada. Elas serão conforme o seu povo enxergar o mundo!
Cosmovisão Teista: É uma crença que sustenta que existe um Criador, ou seja, Deus. Vê o universo como principalmente pessoal. Exemplos desta cosmovisão são o Cristianismo, Islamismo e o Judaismo.
Cosmovisão Teista - Judaica - Cristã: Historicamente a cosmovisão do Cristianismo ocidental. O teismo que admite a existência do Deus transcendente, infinito, pessoal, que Criou o universo, tanto animado como inanimado, espiritual e físico; separado de si mesmo, mas não independente. Deus é transcendente (fora da sua criação) e imanente (presente dentro dela). Ele está presente e envolvendo todo lugar. O universo está aberto ao propósito e intervenção de Deus. Ele se revelou através de revelação especial, primeiro através da Palavra Escrita, a Bíblia; e depois através da Palavra Viva, Jesus Cristo. Como Deus se revelou a todos os homens (revelação geral), na criação e ao criar o homem a sua imagem, o homem pode usar seu raciocinio dado por Deus para descobrir a verdade sobre Deus e o universo.
Conclusão.
Em suma, acreditamos que as pessoas enxergam o mundo e conforme as suas cosmovisões é assim que elas viverão. Nós como povo de Deus devemos propagar a nossa cosmovisão e sua coerência, que Deus é um ser divino e poderoso, que almeja se relacionar com sua criação, pois é um Deus pessoal. Devemos pregar sobre sua obra principal, que é o Cristo que veio, morreu, sofreu e ressuscitou dentro os mortos, por nós. Ao longo disso, devemos prosseguir com os ensinamentos da Palavra, discipulando-los a viverem como a Palavra ensina, e lógico que isso virá com alguns passos.
Que podemos viver dessa forma realmente, enxergando o mundo como ele é, e ensinando as pessoas a viverem da mesma cosmovisão do teismo - judaico- cristão.
Maurício Montagnero.

Um comentário:

Nivaldo Damasceno disse...

PAXVOBIS - Nos ensina a cosmovisão de onde viemos o que estamos fazendo aqui o que devemos fazer e para onde voltaremos se fizermos tudo de acordo da vontade do CRIADOR DO COSMO e DA SUA VISÃO....